Cala-te ó povo!

Shut up oh people, Do not say a word...
Callaos gentes! No digas nada...
Tais toi les gens du peuple! Ne dit rien...
Silenzio la gente del paese! Non dire niente...
Cala-te ó pobo! Non digas nada...

Cala-te ó povo!

Não digas nada!

A tua parte foi tomada,

Não há nada de novo …


Cala-te ó povo!

Não digas nada!

Nem mesmo a verdade,

ela inebria,

ela corrói ,

ela revoluciona,

e tu povo…

não digas nada!

Cala-te na tua razão,

Pois há suavidade em nada dizer!


Cala-te ó povo !

reme-te na tua serenidade,

sofre nos teus lamentos mas,

não digas nada…

esquece a tua voz

esgotada de lamúrias.

Sê feliz com nada!

E, reza aos teus Deuses

Que nem isso te cobicem!



Cala-te ó povo

E deixa-te enganar

Nas notícias fabricadas

Fecundadas no proveito

E paridas na oportunidade!


Cala-te ó povo!

Mergulha nos teus consumos,

Nos prazeres imediatos,

Nos passeios de Domingo,

Nas festas de coisa nenhuma,

Na beleza efémera,

Na ignorância latente.


Cala-te ó povo!

Que os Senhores

Enaltecem o silêncio

Das vozes do povo!

Cala-te ó povo!

Não queiras entender

Os enganos que te arremessam!

Pede favores

De mão estendida.

Sê um povo debruçado

Com jugo de desgraça.


Cala-te ó povo!

E o teu país

De vinhas e sobredos,

De campos verdejantes

Empurrados das serras

Donde as águas caminham,

Nunca mais será teu!...



António Veiga

7 comentários:

Acción Política Hoy disse...

Que lindas las fotografías que has colocado felicitaciones

"Política sem medo" disse...

Ola Veiga, primeiro obrigada por visitar meu blog e comentar! Segundo, cumprimenta-lo pela bonita pagina e pelo que ela contem. Esse poema "Cala-te, o povo!" poderia muito bem servir sim a nos brasileiros porem nosso presidente nao o entenderia. Ele nos trata com grosserias e so entende essa linguagem. Lindas as paisagens do seu pais! Gostaria de visitar seu espaco mais vezes! God bless you! Tereza

Ivane disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Ivane disse...

Antônio, bom vê-lo aqui por Macapá - extremo norte do país, e ao mesmo tempo, bom vir provar um pouco da riqueza que você tem para oferecer aos leitores que adoram o mundo das línguas. Concordo com a Tereza, o poema é realmente lindo...rs, mas meu lado político em certos momentos se torna apolítico. Então, nos saudemos e nos visitemos sempre...

JEFF ON LINE disse...

Excelente texto, Veiga. Felizmente nem todos se calam e as palavras são mais poderosas que as armas. Saudações...

helga31 disse...

Convite feito e aceito .
Simplesmente adoravel o teu espaço eclético com fatos e fotos incríveis .
Voltarei sempre !
Helga de uma ilha ao sul do mundo.
Florianópolis-Brazil

Isabel disse...

Hé oui, nous sommes menés à nous taire parfois, aussi à nous endormir dans la belle société de consommation et le SOMA. Heureusement que certains essayent de lire entre les lignes, car c'est là que les choses intéressantes se passent parfois...!
Continue de venir me visiter sur mon blog
http://passionne-de-la-vie.blogspot.com

j'aimerais bien parler et écrire l'espagnol couramment, en plus de l'anglais et le français... je travaillerai fort. Et après, pourquoi pas apprendre le Portugais...!
Saluations
Isabel - Quebec Canada

Enviar um comentário

 
Home | Gallery | Tutorials | Freebies | About Us | Contact Us

Copyright © 2009 Devaneios de Vida |Designed by Templatemo |Converted to blogger by BloggerThemes.Net

Usage Rights

DesignBlog BloggerTheme comes under a Creative Commons License.This template is free of charge to create a personal blog.You can make changes to the templates to suit your needs.But You must keep the footer links Intact.