Pingo doce numa diabetes colectiva



Num país onde uma superfície comercial aposta num marketing agressivo no dia mundial do trabalhador consegue uma visão negativa de meia dúzia, mas o apoio e a admiração de outros que embriagados com um desconto enganador enrolam- se uma vez mais no consumismo desenfreado ultrapassando todas as linhas da moralidade. O lado negativo da aposta pode não ter sido um lucro imponente mas de certeza  a publicidade gratuita  alcançada nesta conduta de marketing é muito significativa que mesmo a havendo multa compensa. É impressionante, pessoas atropelar-se e agredirem-se para correrem a estes saldos estratégicos como missiva divina do capital, afinal 50% de descontos em compras superiores a 100 Euros são tentadores. E, entre tanta gente, a maioria, uma manada de "xicos espertos" (que são incapazes de esperar numa fila meia hora de qualquer organismo, mas esperam 3 horas para pagar) que se dizem do povo e conseguiram ter um desconto de 200, ou seja fizeram compras superiores a 400 Euros, enobrecem esta atitude da empresa do Jerónimo Martins (Pingo Doce) e quase lhe fazem vénias de verdadeiro salvador da Pátria. Mas será que a gente do povo pode fazer gastos de 200 euros? A aposta do Jerónimo Martins vai colher os seus frutos, mas aquela gente limpando as prateleiras dos supermercados desta marca assemelhando-se às populações do 3º mundo empurrados pela fome saqueiam camiões de ajuda humanitária à sua chegada. A ilusão dum Pingo Doce pode dar um sabor de  fel ou induzir a uma diabetes coletiva. Para os que não veem que a democracia está em risco e não compreendem que determinados valores e conquistas se sobrepõem a golpes capitalistas. Mas as ideias e os valores ficam abafados na nova religião que aos poucos vai dominando o mundo e tem como santidade suprema o dinheiro e aliados aqueles a quem confiamos o poder. A dignidade humana e o humanismo tem cada vez menos sentido, tudo vale quando o dinheiro fala mais alto, é esta talvez uma aposta que a nossa era vai pagar com juros muito elevados. Talvez o Pingo Doce tenha ganho novos clientes que esperam outra promoção bombástica, talvez dirijam as suas preces ao Deus Dinheiro para que volte a acontecer, porém importa ter a certeza que acreditar nos que querem hipotecar o futuro é afinal uma morte anunciada e perante empresários oportunistas como este é demasiado humilhante baixarmos os braços quanto mais ajoelhar. Pois Portugal tem um passado trilhado em séculos com certeza rumará num futuro bem diferente daquele que este polvo Poder/Banca/Capital nos quer traçar, afinal sistemas mal sucedidos são os que apostam mais na permanência da natureza humana do que na sua  evolução e ao seu desenvolvimento, um pingo doce no tempo pode ter um gosto bem amargo.
Pensem nisso

1 comentários:

MACAU BANGKOK O MAR DO POETA disse...

Caro António Veiga,
Conheço mais ou menos Vila Moura e todo o Algarve, sou alentejano e fiz a tropa em Tavira.
Aqui em Macau consigo ver a RTP i e ando a par dos acontecimentos.
Gostei de seu imperdivel blog, tentei adcicionar à minha lita, mas a resposta foi esta "Não foi possível detectar um feed para este URL. As postagens no Blog e a hora de atualização não serão exibidos.
Adicionar URL mesmo assim?

OK Cancelar

Tomei nota do endereço e o visitarei assiduamente.
Grato pelo seu gentil comentário deixado em meu parco blog.
Abraço amigo

Enviar um comentário

 
Home | Gallery | Tutorials | Freebies | About Us | Contact Us

Copyright © 2009 Devaneios de Vida |Designed by Templatemo |Converted to blogger by BloggerThemes.Net

Usage Rights

DesignBlog BloggerTheme comes under a Creative Commons License.This template is free of charge to create a personal blog.You can make changes to the templates to suit your needs.But You must keep the footer links Intact.