A culpa

Guilt is never anyone's
La culpabilité n'est jamais de personne, mais les coupables sont toujours les mêmes.
La culpa no es nadie más que los culpables son siempre los mismos.
La colpa non è mai nessuno
.
Hoje partilho um poema que me enviaram por mail,  ilustra o estado da nossa sociedade, em que os culpados muitas das vezes se escondem por detrás dos votos conquistados ou dos interesses alcançados.


A culpa é do pólen dos pinheiros
Dos juízes, padres e mineiros
Dos turistas que vagueiam nas ruas
Das strippers que nunca se põem nuas
Da encefalopatia espongiforme bovina
Do Júlio de Matos do João e da Catarina
A culpa é dos frangos que têm HN1
E dos pobres que já não têm nenhum
A culpa é das prostitutas que não pagam impostos
Que deviam ser pagos também pelos mortos
A culpa é dos reformados e desempregados
Cambada de malandros feios, excomungados
A culpa é dos que têm uma vida sã
E da ociosa Eva que comeu a maçã
A culpa é do Eusébio que já não joga a bola
E daqueles que não batem bem da tola
A culpa é dos putos da casa Pia
Que mentem de noite e de dia
A culpa é dos traidores que emigram
E dos patriotas que ficam e mendigam
A culpa é do Partido Social Democrata
E de todos aqueles que usam gravata
A culpa é do BE do CDS e do PCP
E dos que não querem o TGV
A culpa até pode ser do urso que hiberna
*Mas não será nunca de quem governa.*

                                                ( autor desconhecido )
Vale a pena pensar nisto.

5 comentários:

PortoCalem disse...

Desgraçadamente isso é assim... mas em todos os paises... abraço

Ev disse...

Seamos culpables pero del amor, de la felicidad
Digamos:
Tanto amor fue el culpable! seguro sus pecados son sonrisas y gozo
Amor puro claro. Amor verdadero.
Si somos algo, alguien bueno, ojalá sea por culpa del amor.
Beso Veiga

Angurboda disse...

bellissime le immagini del Portogallo!
Grazie dei tuoi saluti fatti con il cuore!
Ciao e un grande bacio!!

Paixão Acesa - Marília Rodrigues Alencar disse...

Belíssimo este poema "A culpa" de autor desconhecido... Mas, infelizmente, é como este "PortoCalem" comentou: em todos os países, é assim... Brasil e Portugal são "quase primos". rs Mas mesmo com muita pobreza e corrupção, são abençoados por natureza.

Paixão Acesa - Marília Rodrigues Alencar disse...

Parabéns pelo blog! Belo este poema "A culpa". Realmente, em todos os países, é assim.
Brasil e Portugal são quase "primos"... Pobreza e corrupção; muita renda concentrada em poucos, e pouca renda em muitos da população... Mas são belos por natureza!

Enviar um comentário

 
Home | Gallery | Tutorials | Freebies | About Us | Contact Us

Copyright © 2009 Devaneios de Vida |Designed by Templatemo |Converted to blogger by BloggerThemes.Net

Usage Rights

DesignBlog BloggerTheme comes under a Creative Commons License.This template is free of charge to create a personal blog.You can make changes to the templates to suit your needs.But You must keep the footer links Intact.