Sabores entre azia

Hoje estou com azia,  o tempo está chuvoso e prende-nos mais a ficar em casa com a família, mas lá fora pelo país há mudanças prementes, desde candidatos à presidência que se degladiam e se autoproclamam como os mais honestos e patriotas numa demagogia pegada, pois por trás dos que se dizem potenciais vencedores perseguuem-nos os boys ou os afilhados, enfim o costume. Por outro lado vemos pessoas de esquerda e que sempre se assumiram como ateus, agnósticos ou no mínimo pouco entrosados nas religiões a evocarem nos seus discursos ou alusões políticas trechos da Bíblia e dum modo geral parece que pegou mesmo moda, nos diferentes quadrantes da esquerda portuguesa. ´Não será isso invocar o nome da política em vão, pois não deverão a política e a religião estar em pontos paralelos (embora teimosamente na história teimem em colidir)? A política deixou de ser ideológia ou a política real passou a ser sinónimo de maldicência e atropelo em tudo? Terão sentido ideológico os políticos portugueses? Serão um pau mandado de interesses económicos, pessoais ou mesmo internacionais?Temos também o nome de Portugal levado até ao New York Times (e não tem nada a ver com crimes passionais) mas com destinos de sonho que aquele jornal costuma referenciar: O jornal norte-americano, elegeu Guimarães como um dos 41 destinos a visitar este ano, considerando a cidade minhota "um dos pontos culturais emergentes da Península Ibérica". No artigo, o jornalista refere que Guimarães, cidade berço da nação, é Património Mundial da Humanidade e foi escolhida para Capital Europeia da Cultura em 2012:

"(...)...and then they'd moved on to the medieval city of Guimarães, the entire downtown of which is a Unesco World Heritage site. IF you drive in any direction from Guimarães — to the northern and eastern borders with Spain, or out to the Atlantic coast — the countryside is rich in pousadas: mostly convents and monasteries, each reflecting the austerity and isolation of this region in the Middle Ages. Many had fallen into terrible disrepair before adoption and rehabilitation by the pousada system. But the state of ruin, rather than complicating the restorations, allowed architects license for artistry, turning these buildings into places of the imagination as much as history.(...)"

Pelo menos este blog antecipou-se e fez um pequeno olhar  nessa bela cidade que apostou na cultura ( e em ordenados milionários) para se promover.
Para surpresa minha há um tema actual que quase parece tabu,  poucos blogs o referem, há quase um silêncio sobre o assunto, o DN fez um trabalho exaustivo, do estado do Estado do país e que para lá de ser um óptimo trabalho jornalístico põe a nu alguns dos problemas do país, apenas a TSF faz uma referência ligeira, os candidatos, os políticos de direita, do centro, de esquerda preferem parecer ignorar ou simplesmente abafar para passar no esquecimento, o povo vai sendo distraído com as notícias do infortúnio do Carlos Castro ou do seu jovem companheiro. Vai escurecendo e o país embala-se num negro temente a que a França, a Alemanha e a Bélgica pressionem o FMI a viajar (talvez em Low Coast) até Portugal para ter mãos nas contas e nos governantes Portugueses , pois eles estão fartos de dar com os pés ao povo que os sustenta e elege, entretanto o CDS vai dando pulinhos para que o PSD o veja porque este já augura eleições antecipadas e uma parceria relembra velhos tempos.
Mas, nem tudo será mau, teremos o melhor treinador do Mundo com globo de ouro...
Talvez seja por isso que hoje estou com azia ou terá sido do jantar de ontem, ter consciència da fome que há no país, ou ter violado o votos de dieta do ano novo, podemos estar em crise mas a culinária portuguesa continua a ser uma das mais equilibradas nutricionalmente, pena é não estar mais difundida entre os nossos restaurantes que lhe deveriam associar alguma inovação. Já que falamos de comida venham comigo degustar com o olhar um jantar com sabores portugueses, e verão que a azia não pode ter sido do jantar, fica aqui um exemplo para os que resolverem seguir o conselho do New York Times e venham a Portugal tomar conta das paisagens, da história, mas também dos sabores.



O bacalhau evidentemente tem um lugar de eleição na culinária portuguesa e um amassado de grão com bacalhau no forno é sempre uma tentação irresestível.
 Sendo Portugal um país vinícola o vinho tem um lugar de referência

Somos dos Europeus que mais arroz consumimos, e temos uma multiplicidade de formas para confeccionar arroz, aqui um arroz de legumes e aves dá para deliciar.

Como prato final um carnes no forno com diospiro, castanhas e batatas no forno, inovação que se enquadra nos sbores portugueses






Durante anos da sua história Portugal demorou-se em conquistas, talvez seja tempo de continuarmos essas conquistas não só com a nossa hospitalidade mas também pela sumptuosidade dos nossos sabores.

Pensem nisso

5 comentários:

ROSARINHA disse...

Meu querido amigo! Que o ano novo seja pleno de realizações... lindo dia! intemasvê!

Marcia F. disse...

Oi meu amigo adoravel, passando pra desejar 2011 pleno para ti. Minha cidade sendo novamente devastada pela chuva...
Gde beijo
Marcia

Isabel disse...

Mmmm ça a l'air bon tout ça...! bonne année Antonio, la santé et le bonheur pour toi, bises du Québec! Isabel

academico disse...

mmm qué boa comida!

DIANA. BRUNA disse...

Complimentiiiiii!!!! Le tue foto sono bellissime e danno molte emozioni.
Tornerò ancora a vederle
Ciao
Bruna

Enviar um comentário

 
Home | Gallery | Tutorials | Freebies | About Us | Contact Us

Copyright © 2009 Devaneios de Vida |Designed by Templatemo |Converted to blogger by BloggerThemes.Net

Usage Rights

DesignBlog BloggerTheme comes under a Creative Commons License.This template is free of charge to create a personal blog.You can make changes to the templates to suit your needs.But You must keep the footer links Intact.