Fim de Verão

Le soleil couchant est toujours une beauté unique de couleur et de lumiére, les cieux portugais savent comment les obtenir, même avec la crise économique dans le pays.
La puesta de sol es siempre una belleza única de color y  luz, los cielos portugueses saben cómo recibir.
The setting sun is always a unique beauty, color and light, the skies Portuguese know how to receive them even with the economic crisis
Il sole al tramonto è sempre una bellezza unica, colore e luce, il cielo portoghese sapere come riceverli anche con la crisi economica 

O Verão chega ao fim e eu convido-vos a mais um "safari fotográfico", porque se cumpre  ciclo de vida onde o fim é sempre relativo ou absoluto tanto quanto a vida. O verão aporta pelo menos para mim e penso que para uma grande parte de pessoas a fase do ano em que fecha um ciclo que propícia um contacto mais directo com o exterior (a natureza) e o convívio com os amigos sendo a época das férias e as condições meteorológicas potenciadores dando uma maior predisposição para esses contactos. Setembro e Outubro são meses de regresso à labuta de mais um ano que por coincidência termina já em Dezembro para depois o ano civil se estrear em Janeiro, revelando-se uma vez mais que princípio e fim são relativos por muito absolutos que sejam classificados. Ante estes devaneios convido-vos a mais um "Safari fotográfico" por terras lusas, mas desta vez não será bem por terras lusas mas sim por céus lusos, ou seja contemplem pores de sol que durante o período estival fui registando ante os céus desta terra.
O pôr-do-sol é sempre um espectáculo único de beleza pleno de romantismo e alguma nostalgia é normalmente mais brilhante do que o nascer do sol, pois a matiz de vermelho e laranja são mais vibrantes e eu nunca fui muito madrugador para assistir a nasceres de sol. A atmosfera responde de diversas formas à exposição da luz solar dando espectáculos esplendorosos de luz e cor. Em particular, no final do dia, a atmosfera tende a reter uma quantidade maior de partículas em suspensão do que no início do dia. Durante o dia, o sol aquece a superfície deste pequeno país (este ano o Verão até não foi muito quente), diminuindo assim a humidade do ar e aumentando a velocidade e a turbulência dos ventos, o que acaba por levantar a poeira para o ar. Como a luz do Sol sofre um desvio gerado pela atmosfera, o sol ainda pode ser visto depois de já estar atrás do horizonte físico. Outra curiosidade gerada pela distorção da luz solar pela atmosfera é que o sol também aparenta ser maior no horizonte, uma ilusão de óptica similar a que ocorre com a Lua, por isso também vos deixo algumas fotos da lua que teimosamente também apareceu por estes céus lusos.
O por do sol indicia o fim dum dia mas todos os fins são neutralizados, e os juízos de valor viram-se uns contra os outros, de pouco servem bons começos e melhores meios, se os fins não se mostram bem
sucedidos, assim a beleza dum findar do dia resplandecido na beleza do espectáculo dum por de sol é não mais do que a suavização desse dia para os desafios que o próximo apresenta.
Pensem nisso...
...enquanto assistem ao adormecer dos céus  de Portugal e embalem-se na música dos Madredeus.
O sol esconde-se no horizonte

Ante o vidro do carro toda a luz do dia desvanece por detrás da vegetação

Um fenómeno ímpar, enquanto o sol se põe ainda tem coragem para desenhar um arco íris

O vento passeia as nuvens pelo céu

Cruzando o horizonte

Mar, Céu e Sol


Escondendo-se por detrás das rochas

Espectáculo de luz

Fim do dia, início da noite

Iluminando o mar

Mistura de cores

Turbulência das nuvens

Nuvens e luz do por de sol

Reflexos no mar do fim do dia

Espelhos de água e luz

Mistura de cores

O Sol Espreguiçando-se no mar

Fim do dia

Mar e cor

Rocha e luz

Tons de ouro

Beira mar na contra luz

Festival de cor e luz

Escondido

A praia e a ilha

Horizonte Rubro

Aconchego


Encosta

Dourado


Céus à Picasso

Ruralidades



Montanha

Invasão de Nuvens

Luz

Marmoto do imaginário

Árvores

Algarve

Passos na areia


Lua espreitando o sol a partir








4 comentários:

dianne disse...

Imagens magníficas, céus incrível, tanta beleza aqui para ver ... ea música é linda demais.
saudações, Dianne
xoxoxo ♡

NO MUNDO DA LU(A) disse...

Sinto saudades de Portugal, cada vez que passeio por aqui...Não conheço este país cheio de belezas,porém penso que esta saudade é impregnada das minhas origens...O sangue carrega sempre em si partes de nossa ancestralidade.
Conhecer Portugal esta entre meus sonhos de viagem...por hora, sinto-me presenteada com tuas sempre poéticas imagens!
Obrigada!
Bom fimdi e um beijo no coração.

PortoCalem disse...

Fotos muito bonitas ;)

Lyn disse...

Excelente tu entrada todas las fotos, la música. Veo que hay transición estacional, pues que bueno que aprovechaste pasear. Las playas se parecen de un país a otro pero en tu país hay un color especial.
Abrazo

Enviar um comentário

 
Home | Gallery | Tutorials | Freebies | About Us | Contact Us

Copyright © 2009 Devaneios de Vida |Designed by Templatemo |Converted to blogger by BloggerThemes.Net

Usage Rights

DesignBlog BloggerTheme comes under a Creative Commons License.This template is free of charge to create a personal blog.You can make changes to the templates to suit your needs.But You must keep the footer links Intact.